Polícia Militar detém homem com mandado de prisão que comercializava pedras preciosas na cidade de Pancas

820

Policiais militares de Pancas que realizavam um cerco tático na rodovia José Alves de Sousa, nesta terça-feira (09), abordaram um veículo Vectra branco, nas proximidades do Bairro Nilton Sá. No carro estavam três homens em atitude suspeita.

O condutor do veículo identificou-se com um nome que não constava em nenhuma base de dados de registros pessoais. Os outros dois indivíduos que estavam com ele apresentaram versões controversas sobre o motivo de estarem na cidade. O motorista afirmou ser pastor e tentou ludibriar os policiais, que descobriram um mandado de prisão em aberto em seu verdadeiro nome pelo crime de homicídio cometido em Santa Maria do Jetibá.

Durante buscas encontradas no veículo foi encontrada uma bolsa com várias pedras aparentemente preciosas, que os abordados afirmaram que iriam negociar no município. As pedras (cristal quartzo e topázio branco), tem baixo valor de mercado, segundo um avaliador e comprador de pedras preciosas, mas poderiam render até um mil reais.
Os envolvidos contaram que iriam vender as pedras para um comprador em Pancas, porém a pessoa indicada por eles já faleceu há mais de vinte anos. Além disso, os indivíduos não apresentaram nenhuma documentação do material ou origem da extração das referidas pedras.

Os envolvidos foram conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil de Colatina. O material recolhido e o veículo foram apreendidos e entregues ao Delegado de plantão.

A Polícia Militar esclarece que a parceria entre a polícia e a comunidade é muito importante, e as pessoas podem auxiliar o trabalho da PM realizando denúncias ou fornecendo informações relevantes ao serviço através dos telefones 190, da Polícia Militar, e 181, do Disque-Denúncia.

COMPARTILHAR