Mantenópolis recebe materiais esportivos para crianças e adolescentes

934

Mais de 400 crianças serão inseridas na prática de esportes em Mantenópolis, graças à mobilização do governo do Estado, em parceria com o deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) e a prefeitura da cidade. Ao todo, quatro novos núcleos do programa Campeões do Futuro, de iniciação ao esporte serão implantadas até o início de março e modalidades como futsal e handebol já começaram a receber os materiais esportivos, disponibilizados pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer.

Em uma cerimônia no gabinete do secretário de Esportes do Estado, Roberto Carneiro, materiais como bolas, coletes e artefatos para treino, como cones e luvas foram entregues diretamente ao prefeito da cidade Hermínio Hespanhol (PMDB). “É com grande alegria que começamos a receber esses materiais da secretaria e temos muito a agradecer ao deputado Enivaldo dos Anjos, por ter feito essa ponte entre a prefeitura e a secretaria”, comentou o prefeito.

Ligado ao incentivo da prática esportiva, Enivaldo parabenizou a secretaria pela criação de escolinhas esportivas no Estado. “Investir em esporte é investir no futuro das pessoas. Uma criança que pratica esporte será um adulto mais saudável”, comentou o deputado que tem incentivado a criação de escolinhas também em outras cidades da região. “Além de tudo, o jovem que pratica esportes se mantém longe da criminalidade. Isso é um ganho para toda a sociedade”, concluiu o deputado.

Além das escolinhas de futsal e handebol, Mantenópolis receberá ainda a prática de karatê e futebol de campo, com a capacidade de atender até 200 crianças. “Estou firmando um compromisso com Mantenópolis e o deputado Enivaldo, em nome do governo do Estado, de até o início de março fazermos a entrega de todos os materiais necessários para a abertura das escolinhas”, garantiu o secretário Roberto Carneiro, ao fim da cerimônia para a entrega dos primeiros artigos esportivos.

O projeto Campeões de Futuro oferece esportes gratuitos para crianças e adolescentes capixabas, com idades entre 6 e 17 anos. O objetivo é oportunizar aos alunos a prática esportiva aliada à educação. Tornando possível afastá-los de diversos riscos sociais, como envolvimento com a criminalidade, consumo de drogas, álcool e prostituição infantil.

COMPARTILHAR