Força Tática do 11º BPM prende supostos acusados de crime entre Barra de São Francisco/Águia Branca

2902
Maurão e Romário

O Comandante do 11º BPM de Barra de São Francisco, Tenente Coronel Luciano Suave, informou a imprensa local e regional, que na manhã desta quinta-feira, 08/02/2018, após informações coletadas, e em cumprimento a expedição de Mandados de Prisão, Busca e Apreensão, expedido pela justiça, por volta das 6hs, as equipes de Força Tática, cumpriram 4 mandados de Busca e Apreensão e 3 Mandados de Prisão no distrito de Águas Claras, interior de Águia Branca.

Foram empenhados 19 policiais militares, sendo 4 policiais de Águia Branca e 13 policiais da Força Tática, além de viaturas, sendo duas da Força Tática, uma de Águia Branca e uma de Ecoporanga.

De acordo com informações do comandante do 11º BPM, Luciano Suave, a operação realizada possuía a finalidade de prender os suspeitos/acusados de a cerca de 15 dias atrás, cometerem crime de homicídio na divisa entre o distrito de Vargem Alegre em Barra de São Francisco e Águas Claras, distrito de Águia Branca.

Naquela ocasião, José Carlos Pereira Sousa, foi assassinado, e o crime ganhou grande repercussão entre as duas comunidades, pois os acusados, além de efetuarem disparos de arma de fogo, também cortaram a garganta da vítima com uma arma branca, provavelmente faca.

Durante a ação policial foi preso Mauro Nunes Pereira, vulto Maurão e apreendidas armas brancas, que possivelmente, podem ter sido utilizadas no referido crime.

O outro envolvido no homicídio ocorrido na subida da Serra de Águas Claras, Romário Pereira Verteiro, que se apresentou espontaneamente na companhia de polícia de Águia Branca, acompanhado, inclusive de advogado, foi encaminhado para a delegacia de polícia de Barra de São Francisco. A motocicleta utilizada no crime também foi localizada.

Foram confeccionados 5 Boletins de Ocorrência Policial de números: 35282537, 35282788, 35283179, 35282777 e 35283035, relatando toda a ação policial. Durante a oitiva do detido este confessou ao delegado que atuou diretamente no homicídio cortando a garganta da vítima.

Desta forma, o crime praticado na divisa de Barra de São Francisco com Águia Branca foi solucionado.

O comandante do 11º BPM de Barra de São Francisco, Tenente Coronel Luciano Suave, disse que a tarefa montada para capturar os criminosos não foi fácil, mas que os policiais estão empenhados e dando seu máximo no sentido de dar uma satisfação positiva a sociedade, principalmente de abrangência do referido Batalhão e colocando os criminosos atrás das grades.

“Estamos vigilantes permanentemente e os nossos policiais estão em alertas constantemente para dar tranquilidade e segurança a sociedade”, disse Luciano Suave.

 

 

 

 

COMPARTILHAR