TRE declara juiz de Água Doce do Norte suspeito de julgar ação contra o prefeito

3368
Juiz Edminlson Rosindo Filho

Seguindo parecer do relator Helimar Pinto, o Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES) acolheu denúncia do PMDB de Água Doce do Norte e afastou o juiz eleitoral Edmilson Rosindo Filho, titular da 23ª Zonal Eleitoral, sediada em Barra de São Francisco, do julgamento da ação movida pelo candidato derrotado, Abraão Lincon Elizeu, por prática de crime eleitoral supostamente cometido pelo prefeito reeleito Paulo Márcio Leite Ribeiro (DEM).

Durante as eleições de 2016, Paulo Márcio, conforme a ação proposta pelo advogado Leonardo Pimenta, teria cometido abuso de autoridade e de poder econômico, dentre outras coisas, por distribuir combustível para eleitores e concedendo reajuste salarial a servidores municipais de forma discricionária, na suposta intenção de compra de votos. O partido requer a cassação do diploma dos eleitos, além da decretação da inelegibilidade por oito anos.

O processo ainda deve ser julgado na primeira instância com a possibilidade de recurso junto ao TRE-ES. Os recorrentes pediram o afastamento do juiz Edmilson Rosindo do caso alegando ser ele amigo do prefeito, razão pela qual as ações contra o chefe do Executivo não prosperarem na Comarca. Para comprovar a tese, a defesa do peemedebista anexou fotos das redes sociais que demonstrariam relações de amizade entre o juiz e o prefeito.

Uma das imagens foi feita no aniversário de uma irmã de Paulo Márcio, onde o magistrado a presenteou com um pequeno frasco de perfume.

COMPARTILHAR