Capitão da policia militar de Mantena esclarece questões no trânsito na Cidade FM

1336

O radialista mantenense Wanderson Correia, recebeu na manhã da última segunda-feira (23/10), em seu programa na rádio cidade FM, o capitão Lindomar, comandante da 159 Cia PM de Mantena.

Na pauta estavam algumas dúvidas de ouvintes do programa e até mesmo de mantenenses quanto a algumas fiscalizações que por ventura podem ser feitas junto ao trânsito de veículos que com suas cargas altas, vem provocando transtornos pela cidade, com fios da telefonia e cabos sendo rompidos com frequência nos últimos dias no centro da cidade.

De acordo com o capitão, ele informou que uma fiscalização é sim feita em pelo menos dois pontos da MGC 381, um deles no Bananal e outro próximo de Valadares, e que a altura das cargas tem obedecido ao máximo permitido de 4,40 metros de altura (conforme resolução).

O que pode estar acontecendo é que os cabos instalados dentro da cidade podem estar abaixo deste teto, e com isso, as cargas mais altas tem provocado os rompimentos. Porém esta altura não foi conferida, ficando a dica para as empresas que operam neste ramo, para que fiscalizem a altura dos cabos, evitando assim mais prejuízos.

Outras questões foram também apresentadas ao capitão e esclarecidas, uma delas a circulação de carros de som (propaganda volante), em horários estranhos como por, exemplo antes das 8 da manhã e depois das 21 horas.

O comandante então alertou que com as últimas leis implementadas não existe mais horário para que qualquer cidadão represente contra a perturbação do sossego, porém é necessário acionar a PM e fazer o boletim de ocorrência, constando assim vítima e autor, neste caso não existe denúncia anônima, a pessoa que se sentir incomodada deve acionar a PM e fazer a ocorrência.

Foi uma entrevista produtiva, o trânsito pela cidade também foi discutido, e uma particularidade foram os motoristas que estacionam sobre as calçadas, uma infração que poderá ser advertida pela polícia militar, pois os abusos estão acontecendo cada dia com mais frequência, dificultando inclusive a locomoção dos pedestres.

COMPARTILHAR