Autores Postagens deGazeta do Norte

Gazeta do Norte

529 POSTAGENS 0 COMENTÁRIOS

0 982

camaraTudo começou com acusações dos vereadores Rodrigo Curty e Anderson Branca de Neve, diante dos fatos e de ter sido chamado de “ladrão”, o vereador Marcelinho do Lico pediu para comparar a sua gestão quando presidente com a do Ex-Presidente da Casa Edson Sgrâncio, que estava presente na Casa e com ele o seu filho Dr. Juliano Sgrâncio, foi a gota d’água para que eles também atacassem ao vereador dentro da Câmara Municipal.

O clima mais uma vez ficou tenso na Câmara Municipal de Mantena, quando o vereador da oposição Anderson Branca de Neve pediu um “aparte” na palavra do Vereador Rodrigo Curty e, como tem feito em quase todas as reuniões desde quando assumiu sua vaga no legislativo municipal, aproveitando e se escondendo mais uma vez atrás do seu foro privilegiado (imunidade parlamentar), resolveu atacar com palavras e injurias a pessoa física de mais uma pessoa, o escolhido desta vez para o ataque pessoal foi o seu próprio colega de bancada, Vereador Marcelinho do Lico.

“Nós folcloricamente o chamamos de Doutor Andes (abusando da maneira que Marcelinho chama o prefeito), Marcelo do Lico, fez todas as maracutaias possíveis para que fosse eleita uma mesa puro sangue nesta casa”.

“Foi criada nesta casa um conluio, uma rede de proteção as maracutaias do atual prefeito, vou citar um exemplo, o capacho do prefeito nesta casa Marcelo do Lico este que “roubou” esta casa comendo três quilos de comida em Belo Horizonte, ele não me permitiu falar, quando levantei para fazer a minha assinatura (no livro de oradores inscrito da noite) ele ficou vigiando, ou seja, se ele não assinar eu não assino e acabou nem eu e nem este irresponsável falando, volto a dizer que nesta Casa só se contrata as pessoas se o ex-presidente Marcelo do Lico autorizar, eu pedi para contratar um advogado para vigiar um pouco da maracutaia desta casa que é demais, (é demais), e como ele não assinou nem a secretária e nem o atual presidente assinou”, disse.

O vereador Anderson Branca de Neve ainda acusou ao vereador Marcelinho do Lico de manter um tio ganhando da prefeitura sem trabalhar, segundo ele “só pra ser capacho do prefeito e para enganar o povo com mentiras, com enganos e falta de respeito”, afirmando ainda que 30% ou mais dos servidores da prefeitura são apadrinhados do vereador Marcelo do Lico que junto ao prefeito estão levando a cidade a uma desgraça total”.

Durante todo este tempo em que o Vereador Branca de Neve se expressou atacando ao ex-presidente da Casa, a palavra estava na Tribuna com o vereador Rodrigo Curty, que também antes um pouco, saiu mais uma vez do contexto dos trabalhos e atacou, sem falar o nome, (deu-se a entender) ao vereador Marcelinho do Lico que acusado de ‘ladrão’ e outros tantos adjetivos pediu o direito de resposta negado pelo Vereador Curty.

Mesmo diante da negativa ao seu pedido, o Vereador Marcelinho do Lico convidou sem os microfones aos vereadores que o acusavam para colocar em evidência e comparar a sua despesa de dois anos na presidência e a do ex-vereador Edson Sgrâncio (um dos responsáveis pela presença do Vereador Anderson Branca de Neve no legislativo), o que deixou o vereador Anderson Branca de Neve perplexo e fora de si, com uma sequencia de ataques desqualificantes ao ex-presidente.

“Você não é nada, você tá discutindo comigo, vossa excelência devia lavar esta boca suja, para falar do nome de um homem como Edson Sgrâncio, excelência não tem condição de assumir uma esposa, não tem uma família (repetindo por três vezes), vossa excelência não tem uma casa, vossa excelência devia se limitar, é fraco, v. faltou respeito, vossa excelência é fraco (repetindo algumas vezes), usa o prestigio que tem para sugar do Município de Mantena, vossa excelência só está assentando ai porque a Prefeitura comprou essa mesa diretora, enquanto o povo não souber que esta Casa de Leis é dominada por homens pagos pela prefeitura e que o Vereador Marcelinho do Lico fica por ai dando emprego para as pessoas”.

O show que parecia ter fim continuou com a presença do filho do ex-vereador Edson Sgrâncio que resolveu tirar satisfação com o vereador Marcelinho do Lico “Você respeita meu pai igual eu respeito o seu”, mas “ele me xingou” retrucou Marcelinho, “xingou nada, você é vagabundo rapaz, vem aqui para você ver, você é palhaço”, retrucando outras palavras em tom de ameaça, para o Vereador Anderson Branca de Neve voltar a atacar “Magoa a gente, revolta a gente, vê um homem com quase 30 anos, não tem um filho, não tem uma esposa, não tem um lar, não tem uma casa, vim posar-se de autoridade, pois enganou o povo a vida toda, conseguiu uma votaçãozinha graças a desgraça de um povo pobre, a desgraça de um povo que precisa de ajuda, um homem que vive vendendo caixões ai antes das pessoas, morrerem, é uma vergonha ter um poder legislativo alienado, não vou admitir mais em hipótese nenhuma é vocês faltarem o respeito comigo”.

O vereador Anderson Branca de Neve ao ser chamado a atenção pelo Presidente da Mesa, Antônio Inácio, que pediu para que o mesmo encerrasse a sua palavra, não aceitou e ainda teve tempo de acusar ao Presidente de estar comprando gasolina sem licitação afirmando que o mesmo está seguindo o mesmo caminho que o ex-presidente Marcelinho do Lico, conseguindo com sua atitude determinar o termino da reunião.

“Cruzes, estão querendo transformar a nossa Câmara Municipal em a “Praça é Nossa”, disse um assistente no momento em que o pau quebrava naquela casa de leis.

 

 

 

0 347

radiologiaUm Projeto Lei de autoria do deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD), foi protocolado na Assembleia Legislativa, nesta segunda feira, 06/04/2015, que determina que todas as unidades de serviços de radiologia, públicas ou privadas, no âmbito do Estado do Espírito Santo, disponibilizem aos pacientes, aventais de proteção radiológica, protetores de tireoide e óculos plumbíferos com proteção frontal e lateral. Esta é uma das grandes preocupações do parlamentar.

Leiam na integra o projeto lei de Enivaldo dos Anjos

Os equipamentos de proteção mencionados devem ter as seguintes características:

I – Avental de proteção radiológica, fabricado com borracha plumbífera flexível com equivalência a 0,50 mm de chumbo.

II – Proteção de tireoide, fabricada com borracha plumbífera, com equivalência a 0,50 mm de chumbo, com acabamento em debrum.

III – Óculos com lentes plumbíferas, com armação em acrílico e proteção frontal e lateral (180º) e equivalência a 0,50 mm de chumbo.

Art. 2º O manto de proteção de que trata o artigo 1º deve ser fornecido, também, para realização de exame de raio-X em mamografia, o qual servirá para proteger o pescoço, sobre a área da tireoide, que é uma das partes mais atingidas e sensíveis à radiação.

Art. 3º Fica instituída a obrigatoriedade, no Estado do Espírito Santo, da fixação de avisos nos estabelecimentos de serviços radiológicos, em local visível, informando que é um direito do paciente exigir a proteção assegurada por esta lei.

A internet é uma das ferramentas de comunicação mais revolucionárias criadas pela humanidade. Tanto pode ser utilizada para o bem quanto para o mal. E uma das informações que mais circularam nos últimos anos na rede mundial de computadores dá conta de um possível efeito da radiação sobre a tireóide, durante os exames de mamografias, o que estaria contribuindo para o aumento da incidência de câncer entre as mulheres.

O tema ganhou maior amplitude, inclusive, na sociedade norte-americana, quando o Doutor em Medicina Mehmet Oz, o famoso “Doutor Oz”, fez um programa no canal de tevê Fox Live estabelecendo a possível relação da radiação com o aumento do câncer de tireoide.

Imediatamente, iniciou-se uma reação em cadeia da sociedade médica e o assunto ganhou tom de muita polêmica. A razão da incidência dessa radiação seria a omissão dos operadores de aparelhos de radiologia, tanto nos exames de mamografia quanto nos exames de raio-X dentário, no uso de um protetor de tireoide, uma pequena pestana, que pode ser levantada e encostada ao pescoço, cobrindo a glândula.

Doutor Oz foi taxativo quando disse que o câncer de tireoide é o de mais rápido avanço entre as mulheres e disse que o não uso do protetor se deve a interesses econômicos, orientado pelos patrões, donos de hospitais e clínicas, para reduzir custos.

Preocupado com essa informação, fui consultar uma médica amiga, pessoa que dedicou toda sua vida à atividade de saúde pública com zelo e abnegação. Essa médica, especialista em saúde da mulher, disse-me que o procedimento de não usar o protetor é comum nos serviços de radiologia, mas não estão relacionados com a redução de custos, e sim com negligência.

De acordo com essa médica, o protetor de tireoide, assim como o capote de chumbo, não gastam, porque têm um certo tempo de vida útil, usando ou não. Ou seja, estaria havendo descaso com a vida humana. Pesquisei e verifiquei que o tema é cercado de controvérsias.

Apesar do notório saber do Doutor Oz, houve muitas reações negativas. Diante da grande repercussão das palavras do Doutor Oz entre o público norte-americano, até mesmo prestigioso jornal The New York Times entrou no tema para acalmar os ânimos.

No Brasil, houve também manifestações. De acordo com a Comissão Nacional de Mamografia do Colégio Brasileiro de Radiologia, a ligação entre a mamografia e o câncer na tireoide não tem base cientifica, e apontou estudos mostrando que o exame não expõe a tireoide a doses consideradas nocivas.

Segundo a Comissão, na mamografia moderna há uma exposição insignificante para outros locais sensíveis à radiação que não seja a mama. O assunto poderia ser encerrado após a afirmação da Comissão Nacional de Mamografia do Colégio Brasileiro de Radiologia. Mas a dúvida que permanece na cabeça de muitas mulheres é: Por que ao se fazer qualquer exame de raios X, até mesmo de um dente, é preciso usar como proteção um avental de chumbo e, para a mamografia pode-se expor o corpo à radiação?

O professor de Mamografia e Controle de Qualidade da Faculdade LS, Edmário Brandão Leite, explica, que não se usa avental de chumbo em todo exame de raios X: “Em odontologia usa-se o protetor tiroidiano ou avental de chumbo pela proximidade dos órgãos e pelo número de dentes existentes. Quanto à mamografia, o feixe de radiação é colimado de maneira que só atinge a área de interesse, no caso, a mama”.

Entidades médicas dizem que o protetor pode até mesmo atrapalhar o exame de mamografia, mas o próprio professor Edmário Brandão Leite diz que o protetor de tireoide, quando bem colocado, não atrapalha o exame, pois o feixe primário de radiação é colimado e o tubo de raios X é instalado no equipamento de maneira que o feixe de radiação passa paralelo a todo tecido da parede toráxica.

Sendo assim, a relação entre mamografia e câncer na tireoide pode ser considerada um mito, já que o exame não interferiria diretamente na tireoide. Mas pode também não ser. Intrigado, voltei à médica de referência e falei sobre minha intenção de trazer o tema a esta Casa e ela foi textual: “Lógico que deve. Informação é sempre importante”.

Diante da dúvida, é melhor proteger a saúde de nossas mulheres. E esta não é uma preocupação minha de agora. Quando fui prefeito em Barra de São Francisco, de 1989 a 1992, um de nossos principais projetos foi a Casa da Mulher, que cuidava da saúde da mulher em todos os estágios da vida, mas principalmente daquelas que seriam ou são mães.

Diante disso, estou encaminhando uma indicação ao Secretário de Estado da Saúde para baixar uma Norma exigindo a utilização do protetor de tireoide como procedimento padrão em todas as unidades de serviços de radiologia, públicas ou privadas, do Espírito Santo, tanto nos exames de mamografia quanto de radiologia dentária.

Ao mesmo tempo, peço o apoio dos colegas para um Projeto de Lei que obrigue a fixação, em local visível desses estabelecimentos, serviços radiológicos e consultórios dentários, de um aviso às pacientes para que exijam o que lhes é de direito, ou seja, o uso do protetor de tireoide.

 

0 948
Enivaldo dos Anjos deputado estadual-ES
Enivaldo dos Anjos deputado estadual-ES

 

O deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) denunciou, da tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão desta segunda-feira (06), que o envio de correspondências anônimas para redações de veículos de comunicação do Estado envolvendo o nome dele é uma clara tentativa de intimidá-lo na presidência de duas CPIs na Assembleia Legislativa: da Sonegação Fiscal e da Máfia dos Guinchos.

“Podem vir quentes que eu estou fervendo. Ninguém vai conseguir me intimidar”, disse ele, ao comentar notícia veiculada por um site da Grande Vitória dizendo que há três anos a Justiça não consegue citá-lo nos autos de uma ação por atos de improbidade administrativa no Tribunal de Justiça do Espírito Santo, que teve como causa uma denúncia do Ministério Público Federal rejeitada pelo Superior Tribunal de Justiça nos autos do processo 2203/0139654-4 em julgamento realizado em 18.04.2007.

“O então procurador do Ministério Público Federal, que hoje é advogado de políticos do Estado, fez uma denúncia em 2003 e me envolveu de forma infundada, porque reportava a um fato de 1998 no Tribunal de Contas, e eu somente me torneio conselheiro em 2000. Em 2006, o deputado Cláudio Vereza, querendo fazer média com o PT, que ainda não estava no mar de lamas de hoje em dia, propôs uma ação de improbidade seguindo a mesma inicial do MPF. A denúncia do Ministério Público Federal caiu, mas a ação estadual prosseguiu”, explicou Enivaldo.

O deputado ainda disse que vai denunciar à Corregedoria Geral de Justiça o oficial de Justiça que disse não tê-lo encontrado: “São oficiais de justiça de preguiçosos, que não querem diligenciar, como é de sua obrigação, e dizem que não encontraram a parte a ser citada. Eu posso ser encontrado facilmente, tenho endereço fixo, tanto de residência quanto de trabalho. Só não me encontra quem não quer”.

Para o deputado, essas ações têm a clara intenção de afetar sua credibilidade diante de sua atuação para enfrentar a sonegação fiscal e o esquema de guinchos e estacionamento de veículos recolhidos pela fiscalização de trânsito no Estado. E prometeu, em vez de recuar, avançar ainda mais em suas denúncias.

“Eu fui conselheiro do Tribunal de Contas por 10 anos e sei que vários ex-secretários de Estado têm multas julgadas e dinheiro para devolver aos cofres públicos. Vou levantar isso e trazer ao conhecimento da opinião pública capixaba, através desta tribuna, nos próximos dias”, prometeu Enivaldo dos Anjos.

O parlamentar aproveitou o microfone da tribuna da Assembleia para cobrar também da Casa a solução para o pagamento dos servidores de um reajuste de 11,98%, direito já reconhecido pelos Tribunais relacionado à implantação do Plano Real, em 1994.

“O Tribunal de Contas e o Tribunal de Justiça já pagaram, mas a Assembleia tem o dinheiro separado para isso e não paga, porque o Governo pede para não pagar. Esse poder é independente e não pode ficar sendo subserviente ao Executivo. Cada vez que os procuradores entram com um recurso só aumentam a conta. É devido e tem que pagar”, disse Enivaldo.

 

0 1197

88

Com uma atuação de destaque na câmara municipal de Barra de São Francisco, o vereador Carlin da Dengue não dá mole e parte para auxiliar a população que “grita” por socorro, pois a prefeitura continua num caos total e desgovernou ladeira abaixo.

“Nossa cidade está um caos, muito lixo nas ruas, os funcionários terceirizados sem receber a mais de três meses, e para acabar de completar em pleno o centro da cidade um buraco a mais de dois meses vem trazendo transtorno aos pedestres e motoristas.

O distrito de Monte Senir está uma podridão com  grande acumulo de lixo, entulho, moscas, baratas, urubus, gatos, entre outros. Paulista está numa fedentina terrível, ninguém aguenta mais. Vila Itaperuna, Vermelha, Vargem Alegre, Tatu, Cachoeirinha de Itaúnas é um desespero total por parte dos moradores. Na sede o que se v~e são ruas esburacadas, calçamentos precisando de reparos para todos os lados, entulho, calçadas tomadas por material de construção e por ai vai.

“Praça” está lotada de entulho e abandonada pela administração Pereirinha

O local que era pra ser uma praça pública ou jardim está abandonada e servindo de depósito de entulho. O mato tomou conta e, o projeto inicial não saiu do papel. A denúncia feita por moradores preocupa, pois mostra o descaso pelo bem público em Barra de São Francisco. A área, destinada a uma praça, fica no loteamento Parque Alvorada, na saída para a AABB.

Em volta, grandes construções, mansões, uma das áreas mais valorizadas da cidade, mas de acordo com moradores, o local, que no projeto aparece como um jardim, está sendo usado como depósito de entulho de construções.

23José Antônio Marcelino tem uma casa próximo ao local e diz que não entende o abandono do bairro. Ele mostra a situação com indignação, pois sabe que muitos nem sabiam que ali era um local público. “Muitos pensam que isso é um lote particular. Se fosse, já seria estranho tanta sujeira, mas por ser um local que pertence ao município, deveria, no mínimo, ser bem cuidado “, desta Zé Antônio.

57 55 35 34 33 22

 

 

 

 

 

 

 

 

0 908

961O vereador Valézio Armani (PSD), continua firme e com o seu propósito de atuar e apoiar a população em todos os sentidos. Valézio postou em seu facebook a seguinte nota: Recentemente foi feito um pedido para abertura de uma CPI do Lixo porque funcionários a meses sem receber, lixo se acumulando nas ruas e nos vereadores, Valezio Armani, Lula Cozer, Carlinhos da Dengue, Juvenal Calixto e Zé Valdeci, pedindo informações sobre o caso, nem prefeito e nem empresa, responde nossas informações, mas a CPI do lixo foi negada.

Até o momento nada foi feito, pois o lixo continua nas ruas. Estas fotos foram tiradas as 12hs horas de hoje, segunda feira (06/04/2015, no bairro CAMPO NOVO, e CARABINA. Vamos continuar cobrando providências do poder executivo.

Um internauta também comentou. Com tanto lixo espalhado pelas ruas, urubu passou a ser animal domesticado na cidade, está uma vergonha, você disse Campo Novo e Carabina, mas é por todos os bairros da cidade.

Outro internauta. Sem contar que no bairro Carabina tem um esgoto vazando há vários dias.

“O lixão está por todo município, os distritos então nem se fala, fora prefeito você conseguiu o troféu de “pior” de todos os tempos de nossa cidade”, dispara um líder religioso de Monte Senir.

90 92 94 95 96 97 98

 

0 982

IMG-20150406-WA0044-CopyUm forró sensacional aconteceu neste domingo, 05/04/2015, no Bar do Beling em Vila Itaperuna, interior de Barra de São Francisco. Quem fez a alegria da moçada foi o Bonde Capixaba com Elsinho e Márcio Show. A galera caiu na dança e se divertiram para valer. Todos que estiveram presentes no local saíram felizes da vida e pedindo biz.

O apoio ao forró realizado no Bar do Beling foi da emissora 106,9 FM dos Anjos e Teco Ferreira. Nossa equipe de reportagem marcou presença e fomos muito bem recepcionados por todos os presentes. Quem estava feliz da vida era Teco Ferreira, ele também se divertiu para valer, bateu papo com os amigos e todos os presentes.

 

 

0 259
Enivaldo dos Anjos, deputado estadual-ES
Enivaldo dos Anjos, deputado estadual-ES

 

Por convicção ideológica, pois foi o criador da primeira escola de tempo integral do Espírito Santo, quando era prefeito de Barra de São Francisco, entre 1989 e 1992, numa iniciativa que mudou a história de vida de centenas de crianças que estudavam na Escola Erasmo Braga e estavam em situação de risco social, o deputado estadual Enivaldo dos Anjos(PSD) fez uma defesa calorosa da Escola Viva proposta pelo Governo do Estado.

Ao se pronunciar na tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão desta terça-feira (31), Enivaldo dos Anjos (PSD) chegou a considerar egoístas os professores que se manifestaram contrários ao projeto. Na sessão desta quarta-feira (01/04), travou um duro embate, a partir do microfone de apartes, com o deputado Sérgio Majeski(PSDB), que é contra o projeto de lei que propõe ensino em tempo integral na rede estadual.

“Professor que está contra o Escola Viva, argumentando que vai ficar prejudicado por mudar escala de trabalho, está sendo egoísta. O sindicato, ou quem quer que seja, pode até não se convencer da ideia, mas negar que os mais necessitados tenham acesso a uma educação em tempo integral é negar o direito do menos afortunados”, defendeu o parlamentar durante a sessão desta terça-feira.

O projeto de lei que estabelece o Programa Escola Viva foi retirado do regime de urgência da pauta da Assembleia, após pressão de professores, pais e alunos, que alegaram não ter havido diálogo do Governo com as partes envolvidas.

“Opinião contrária tem de ser discutida, mas não podemos ficar anos discutindo isso. Defendo que volte a urgência e que o Espírito Santo não se perturbe com o campo e com protesto de qualquer seguimento. A Assembleia está se comportando de maneira devagar e lenta sobre um dos projetos mais importantes que esta Casa já recebeu. A Escola Viva é melhor forma de chegar no poder máximo de educação a um jovem cidadão”, opinou dos Anjos.

No discurso, o parlamentar rendeu elogios não apenas ao projeto do governador Paulo Hartung (PMDB), mas defendeu também o próprio chefe do Executivo: “A população o elegeu (ao governador) em primeiro turno, então já concordou com ele. Isso é deixar de dar oportunidade a quem teve a maior parte dos votos de fazer a execução do seu trabalho”.

A deputada Luzia Toledo (PMDB), que é presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Espírito Santo, tem sido uma das intermediárias do assunto na Casa, e apoiou a manifestação de Enivaldo.

“Sua fala (de Enivaldo) nos dá um impulso muito grande. Tenho certeza que a escola em tempo integral é a melhor forma de educação e vem em socorro aos nossos jovens”, argumentou Luzia.

 

0 1337

56Um acidente grave e com vítima foi registrado na tarde deste sábado dia 4 de abril, na rodovia ES 080 próximo a Fazenda de Pedro Fontes, em Água Doce do Norte. Segundo informações, Joceni Faria, de 51 anos, perdeu o controle de seu veículo, um Fiat Strada e bateu em várias árvores até parar em um pasto. O veículo ficou bastante danificado.

A vítima foi socorrida e encaminhada ao Pronto Socorro do Hospital Dr. Rita de Cássia Melgaço em Barra de São Francisco por policiais que faziam Blitz próximo ao local, mas o mesmo não resistiu aos ferimentos e morreu. Joceni era sobrinho do Jovaci da Farmácia Paulista, e residia em Colatina, mas era nascido no Córrego de São João, em Vila Itaperuna para onde seu corpo foi levado.

Mulher perde controle de motocicleta e cai em cima de um telhado em Barra de São Francisco

Na última sexta-feira (3/04/2015) pela manhã, ao passar em uma estrada de terra que fica atrás da antiga Telest, hoje ponto de apoio da OI em de Barra de São Francisco, uma mulher perdeu o controle da motocicleta Honda Biz de cor branca que conduzia e despencou de um barranco, caindo em cima de um telhado de zinco.

Segundo informações da condutora do veículo, ela transitava normalmente quando perdeu o controle da moto devido a rua estar escorregadia e por ser de terra e ter chovido na noite anterior foi quando ela perdeu controle indo em direção a um barranco e caindo em cima do telhado, que fica nos fundos de uma residência próxima a casa de Saúde Santa Mônica. A mulher foi socorrida, teve uma pequena fratura nas costas.

67

Homem é preso após dar pauladas e esfaquear idoso em Mantena

Um idoso de 71 anos, sofreu uma tentativa de homicídio, na tarde deste sábado, 4 de abril, no beco do matadouro, em Mantena. Segundo informações, Adriano Tomé Paixão, esfaqueou e deu pauladas na vítima, que mora sozinho no beco do matadouro.

Testemunhas disseram que ouviram a vítima pedindo socorro, e quando foram ver, encontraram com o idoso agonizando e perdendo muito sangue. O autor estava com uma jovem chamada Fernanda na casa da vítima. Todos estava bebendo cachaça dentro de casa. Foi onde começou uma discussão no interior da residência.

888Quando Adriano estava indo embora, já há uns 20 metros da residência, a vítima saiu na porta de casa e xingou o autor. No mesmo instante o autor retornou, e antes de entrar na casa pegou uma lasca de cerca, onde ambos entraram em luta corporal. Após a briga o autor foi visto saindo com uma faca na mão correndo junto com a comparsa Fernanda.

O idoso foi socorrido com um corte profundo no pescoço e levado para o Pronto Atendimento. A Policia Militar foi acionada e o autor foi preso.

 

0 1461

Enivaldo vai representar na Corregedoria contra oficial de justiça

“Oficial de justiça está cego em não me achar.”
“Oficial de justiça está cego em não me achar.”

“Vou fazer uma denúncia à Corregedoria de Justiça contra esse oficial, que disse que não consegue me localizar para me citar. Como é que um oficial não encontra uma pessoa pública, que tem endereço residencial fixo, local de trabalho e está todos os dias diante da população, nas ruas e nos jornais?”

Assim reagiu o deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD) diante da informação de que desde 2012 a 3ª Vara da Fazenda Pública de Vitória não consegue localizá-lo para formalizar sua citação no processo 0029166-02.2006.8.08.0024.

“Sei bem o que está por trás de tudo isso. Nesses dois meses de atuação no parlamento, estou contrariando os interesses de muita gente. Claro que vão tentar levantar denúncias infundadas contra mim, fazer denúncias anônimas falsas e infundadas. Espero que os formadores de opinião do Espírito Santo tenham essa consciência”, disse Enivaldo.

Presidente de duas CPIs impactantes na Assembleia Legislativa, a “CPI da Sonegação” e a “CPI da Máfia dos Guinchos”, Enivaldo ainda preside a Comissão de Rochas Ornamentais, na qual tem denunciado a ação extorsiva de auditores fiscais contra empresários do setor.

“A máfia contra-ataca, mas ninguém vai conseguir me intimidar. Sou um homem destemido, consciente de meu dever como homem público. Os eleitores capixabas não me escolheram deputado estadual para eu me esconder, mas para eu defender a população. E vou em frente. Esse tipo de ação só comprova que estamos no caminho certo e, agora, vamos fundo nas investigações das duas CPIs”, disse Enivaldol

O parlamentar reitera ter interesse em ser citado, tendo em vista que outra decisão judicial já teria pacificado que seu nome sequer constasse na referida ação civil pública de improbidade administrativa.

Escrivão do crime em Barra de São Francisco, antes de entrar para a política, Enivaldo dos Anjos disse conhecer bem os meandros do Judiciário e não deixará passar em branco a negligência em relação à sua pessoa. E foi além:

“Sou a pessoa mais interessada em ser notificada dessa ação de improbidade, que em 2006 procuradores da Assembleia, estimulados por certo deputado, ajuizaram contra mim. Até porque cometeram um tremendo engano: disseram que em 1998 eu participei de julgamento no Tribunal de Contas, mas eu somente me tornei conselheiro em 2000 e me aposentei em 2010”, asseverou.

A ação que tramita na 3ª Vara da Fazenda Pública de Vitória se refere a contas de um ex-secretário de educação. O grupo de conselheiros que julgou tais contas é incluído na investigação de superfaturamento na construção de ginásios esportivos em Escolas Estaduais, entre outras acusações.

Além disso, o parlamentar garante que um processo anterior ao motivado pela Assembleia (movido pelo Ministério Público Federal) foi para o Supremo Tribunal Federal, que reconheceu o equívoco de sua inclusão entre os citados e retirou seu nome dos autos.

“Inexplicavelmente, essa ação continua na Justiça estadual e, agora, dizem que não conseguem me citar. É lógico que existem outros interesses por trás disso. É a tentativa de me amordaçar, mas sou igual a leão bravo: não vão me licenciar”, acentuou.

O curioso nos autos, que somam 12 volumes, é que em junho de 2014 Enivaldo dos Anjos atualizou seu endereço no processo, mas no dia 15 de outubro do mesmo ano continuava entre os não citados.

“Quem sabe agora o oficial me encontre e eu possa, enfim, apresentar minha defesa. Já fui absolvido na ação principal desse caso pelo Supremo Tribunal Federal”, finalizou.

0 500

O líquido, de cor esverdeada, escorreu de uma rua para outra e formou uma poça que chegou a corroer parte do asfalto

vazamento2-3796818

Cerca de 20 famílias de Barra do Riacho, em Aracruz, Norte do Estado, tiveram que deixar as suas casas por algumas horas na tarde desta sexta-feira (3). O motivo foi o vazamento de um produto químico de uma empresa de fabricação e montagem de andaimes, localizada na Rua Franklin Cordeiro.

O líquido, de cor esverdeada, escorreu de uma rua para outra e formou uma poça que chegou a corroer parte do asfalto. Os moradores disseram que o mau cheiro era muito forte e saíram de suas casas.

Um vídeo feito por um morador mostra o produto químico passando na frente das casas. De acordo com os moradores, o vazamento começou por volta das 15 horas. O assistente operacional Renan Andrade Silveira mora ao lado da empresa e disse que estava em casa quando ouviu uma explosão.

“De repente, eu ouvi um estouro. Saí para ver o que tinha acontecido. Só foi o tempo de passar aquela enxurrada de produtos químicos na porta da minha casa. Aquele mau cheiro, uma névoa. Eu até inalei essa névoa. Na hora, um rapaz falou que era produto químico e mandou sair dali. Eu saí correndo e pedi para fechar a minha casa porque o meu netinho estava lá”, contou.

O vazamento foi contido no início da noite de sexta-feira. Na manhã deste sábado (4), o local estava limpo, mas ainda era possível ver por onde o produto passou. Por causa do mau cheiro, alguns moradores se sentiram mal. A dona de casa Rosileia Conchavo disse que está com a boca seca e ficou rouca. Já a dona de casa Maria Cristina de Oliveira teve dor de cabeça. Ela também contou que a filha vomitou.

Um funcionário da empresa disse que a situação já foi resolvida, mas não informou o que provocou o vazamento. (Com informações da repórter Ariele Rui)

vazamento-3796811

Iema emite nota

A equipe de fiscalização do Iema esteve na empresa Teclit, na manhã deste sábado (04), para continuar acompanhando os trabalhos de remoção do ácido clorídrico (HCL) derramado na tarde de sexta-feira (03), em função de um vazamento no tanque que o armazenava.

A empresa foi notificada pelo Iema a limpar o local no mesmo dia do ocorrido. Aproximadamente cinco mil litros do produto derramaram, sendo que destes, mil litros ultrapassaram os limites da empresa, local onde foi dada prioridade para remoção do HCL e cuja área foi isolada. O empreendedor deve dar destinação final ambientalmente adequada ao que for recolhido.

A aplicação de multa irá depender da conclusão do Relatório Ambiental do Acidente, no qual serão detalhadas as causas do incidente, assim como considerados os impactos causados ao meio ambiente e à população local.

O documento também será enviado à Prefeitura de Aracruz, responsável pelo processo de licenciamento ambiental da empresa Teclit.